domingo, 4 de outubro de 2009

EXTRA! EXTRA! Nova peça!

E se sou só um bom ator?
Não. Bem, talvez um pouco.
Que é tudo. Porque talvez o tudo meu
É o tudo meu que o outro vê, lê e sabe sobre mim.
O Eu todo;)
Um teatro que sei muito bem já salvou algumas tristezas
Minhas e de todo mundo
Que são as mesmas.

Sou o outro
O outro todo;)
E ele sabe que é teatro porque é tão bom ator quanto eu.

Palmas para a criação
Doação gratuita, levita.
Palco do instante já
O nunca mais de Clarice e Vinícius
Amigos queridos.
e aproveito para mandar um abs!
Até. Com amor,

Norman.

ps; Onde vocês estavam sete anos atrás?

6 comentários:

luiza disse...

posso ser atriz coadjuvante dessa peça tão bonita?
saudações, querido artista!

Josa disse...

vj já foi atriz principal.. vc sabe!;)

sds

abs!

Rapha disse...

nao entendi de quem e o texto...
mas adorei e de coadjuvantes e protagonistas estamos cheios, queremos o ator e a atriz na malemolencia benedita da cada dia com tristeza, felicidade e por cima de tudo a santa e imparcial ALEGRIA!

Rapha disse...

eu estava em brasília morando com meu pai ou lendo dostoiévisk enquanto voltava de brasília... Vivia intensamente qualquer coisa, qualquer coisa me enchia de encanto e surpresa...

Até

Rapha disse...

eu estava em brasília morando com meu pai ou lendo dostoiévisk enquanto voltava de brasília... Vivia intensamente qualquer coisa, qualquer coisa me enchia de encanto e surpresa...

Até

ligia.aggio disse...

O nunca mais de Clarice e Vinícius
O agora e sempre de Josa e Rapha
O eterno instante de todos nós

A magia do efêmero sagrado, consagrado no peito que sangra por cada momento, cada coisa qualquer

A magia
Amiga querida.
e aproveito pra mandar um beijo com amor*,

Até