terça-feira, 14 de abril de 2009

AQUI

Tomou um chá de erva doce para ver se a coisa boa fica ainda melhor. Acreditando no poder das alegrias que só nascem na superação de alguns sofrimentos ou sei lá o que; provas, dificuldades, aprendizados, lições de vida, destinos, mistérios, vitórias, carmas, encostos, ilusões, pactos, rituais, compromissos intergaláticos, leis instransponíveis, sem vergonhisse, necessecidades, situação atual, bolsa de valores, Cuba, Jesus, as redes de televisões, problemas espirituais, materiais...SEI LÁ! Tomou o chá, viu um arco-íris, andou sozinha, viu o por do sol acompanhada e acreditou no Amor mais uma vez. Ela nem sabe onde colocar as suas mãos e tudo está mais quentinho no seu interior... Enquanto isso o Outono a abraça com a mesma força que o ar abraça o vázio do céu nosso de cada encontro, onde um beijo se revela como um milagre e a delícia da vida se alegra por estar sempre a disposição ao venha o que vier. Ela vai... Ao encontro: Certa em vírgulas, acentos e ponto.
Amada.

2 comentários:

VJ disse...

Tenho que te falar: suas palavras são exatas e desconexas, fortes, mas suaves. E entender o âmago é o mais mágico, que no fundo, são as leis da vida transformadas.

Maravilhoso, cara!

Abrax!

Rapha disse...

brigado irmão!
Vamos firme!
Abraço.